Giorgio Romano Schutte

Possui graduação e mestrado em Relações Internacionais pela Universidade de Amsterdam (1987) e doutorado em Sociologia pela Universidade de São Paulo (2003). Atualmente é Professor Adjunto IV, Coordenador do Curso de Relações Internacionais (BRI) e membro do corpo docente do Programa de pós-graduação em Ciências Humanas e Sociais (PCHS) e do Bacharelado em Ciências Econômicas (BCE) da Universidade Federal do ABC (UFABC). Foi Técnico em Planejamento e Pesquisa e Coordenador da área de estudo de economia e política internacional do IPEA. Atuou como professor em RI do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo e consultor senior do Banco Mundial como Regional Advisor na América do Sul da Aliança de Cidades/ Cities Alliance. Ocupou cargos na administração pública federal (Presidência da República) e municipal (Prefeituras de São Paulo e Santo André). Tem experiência na área de Ciências Sociais, com ênfase em Relações Internacionais, atuando principalmente nos seguintes temas: Economia Política Internacional, Geopolítica da Energia, América do Sul, Política Externa Brasileira, Integração e Economia Brasileira Contemporânea. Membro do Grupo de Estudos da Conjuntura da Fundação Perseu Abramo (FPA), do Grupo de Reflexão sobre Relações Internacionais (GR-RI) e do Grupo de Conjuntura Internacional da USP (GACINT). Membro da Associação Brasileira de Relações Internacionais (ABRI). 

 

Áreas de Pesquisa: Economia Institucional: Economia das Instituições e do Desenvolvimento Sustentável.

 

CVLattes:   http://lattes.cnpq.br/6442902703089747

 

Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

 

PROJETOS EM ANDAMENTO:


Democracia, Desenvolvimento e Sustentabilidade.

 

 

 

PRINCIPAIS PUBLICAÇÕES:

 

SCHUTTE, G. R.. O imbróglio britânico em perspectiva. TD. Teoria e Debate, v. julho 2016, p. 1, 2016.

 

SCHUTTE, G. R.. Bens Públicos Globais: entre a diplomacia multilateral e a soberania nacional. Revista Brasileira de Informações Bibliográfica em Ciências Sociais - BIB, v. 78, p. 55-69, 2016.

 

 SCHUTTE, G. R.. Petrobras em marcha forçada. Textos para discussão NEEDDS, v. 01, p. 01-96, 2016.

 

SCHUTTE, G. R.; DEBONE, V. S. . Trajetória e desafios da matriz energética chinesa. Economia e Políticas Públicas, v. 4, p. 111-134, 2016.

 

SCHUTTE, G. R.. Energia e Desenvolvimento Sustentável no Brasil em comparação internacional. Revista do Serviço Público, v. 66, p. 227-255, 2015.

 

SCHUTTE, G. R.. O Sul Global. De Bandung ao Século XXI. Mundorama, v. 2015, p. 1, 2015.

 

SCHUTTE, G. R.. Crise Econômica - a ameaça liderança da União Europeia no debate sobre Energia e Mudança Climática. Boletim de Economia e Política Internacional, v. 16, p. 91-103, 2014.

 

SCHUTTE, G. R.. TRAJETÓRIA DO G20 E A REGULAÇÃO DO PODER MUNDIAL. Revista Crítica Histórica, v. 9, p. p.132-155, 2014.

 

ROMANO, GIORGIO. Segurança energética e mudanças climáticas na União Europeia. Contexto Internacional (PUCRJ. Impresso), v. 36, p. 113-143, 2014.

 

SCHUTTE, G. R.. Brasil: nuevo desarrolismo y petróleo de aguas profundas. Nueva Sociedad, v. 244, p. 122-134, 2013.

 

SCHUTTE, G. R.. Brazil: New Developmentalism and the Management of Offshore Oil Wealth. Revista Europea de Estudios Latinoamericanos y del Caribe, v. 95, p. 49-70, 2013.

 

BARROS, P. S. ; SCHUTTE, G. R. ; Pinto, Luiz Fernando Sanná . Além da autossuficiência: o Brasil como protagonista no setor energético. Texto para Discussão (IPEA. Brasília), v. 1725, p. 1-91, 2012.

 

SCHUTTE, G. R.. Neodesenvolvimento e a busca de uma nova inserção internacional. Texto para Discussão (IPEA. Brasília), v. 1732, p. 1-40, 2012.

 

 SCHUTTE, G. R.. Neo-desenvolvimentismo a busca de uma nova inserção internacional. Austral, v. 1, p. 61-97, 2012.

 

SCHUTTE, G. R.. Panorama do Pré-Sal. Texto para Discussão (IPEA. Brasília), v. 1791, p. 1-70, 2012.

 

SCHUTTE, G. R.BARROS, P. S. . A Geopolítica do Etanol. Boletim de Economia e Política Internacional, v. 01, p. 33-43, 2010.

 

SCHUTTE, G. R.; POCHMANN, M. . De Tobin a Robin. Listek Debowy, v. 02, p. 7-16, 2010.

 

SCHUTTE, G. R.. Economia Política de Petróleo e Gás: a Experiência Russa. Texto para Discussão (IPEA. Brasília), v. 1474, p. 1-51, 2010.

 

SCHUTTE, G. R.. Emergentes e a construção de uma nova geografia política. Data Venia, v. Ano V, p. 2-5, 2009.

 

 SCHUTTE, G. R.. América do Sul: o surgimento de um regime de integração. Dossiê Diplomático, v. No 2, p. 3-6, 2009.

 

SCHUTTE, G. R.. A construção do Mercosul Participativo. Data Venia, v. 23, p. 6-22, 2008.

 

SCHUTTE, G. R.. Geórgia: a Guerra Fria de volta?. Data Venia, v. Ano V, p. 1-8, 2008.

 

SCHUTTE, G. R.. ONU, novos atores, novos temas e antigas estruturas. Data Venia, São Paulo, v. 13, 2005.

 

SCHUTTE, G. R.. Rodada de Doha: em busca de desenvolvimento para todos. Data Venia, São Paulo, v. 14, 2005.

 

SCHUTTE, G. R.. Globalização, financeirização, concentração e desnacionalização. Data Venia, São Paulo, v. 6, 2003.

 

SCHUTTE, G. R.. Nova Dinâmica das Empresas Transnacionais. São Paulo em Perspectiva (Impresso), São Paulo, v. 12, n.2, p. 54-63, 1998.

 

SCHUTTE, G. R.. Ação Sindical e empresas multinacionais. Textos para Debate Internacional, São Paulo, v. 10, 1998.

 

SCHUTTE, G. R.. Euro: uma nova Europa?. Teoria e Debate, São Paulo, v. 39, 1998.

 

SCHUTTE, G. R.. O emprego numa economia mundializada. Revista Textos para Debate Internacional, São Paulo, v. 8, p. 34-43, 1997.

 

SCHUTTE, G. R.. As multinacionais: protagonistas da globalização. Margem (PUCSP), São Paulo, v. 4, p. 83-103, 1995.