Maria Caramez Carlotto

 

Maria Caramez Carlotto se formou em Ciências Sociais na Universidade de São Paulo em 2005. Entre 2006 e 2007, foi pesquisadora do CEBRAP na área de inovação e globalização produtiva. No começo de 2009, concluiu um mestrado em Sociologia, também na USP, sobre a nova Política Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação e seus efeitos sobre o sistema nacional de pesquisa e inovação. Entre 2009 e 2010, trabalhou do Grupo de Pesquisa em Política Pública para o Acesso à Informação da USP (GPOPAI-USP) na área de propriedade intelectual e acesso ao conhecimento e à cultura. Entre 2010 e 2011, realizou um estágio na Université de Paris IV-Sorbonne, na área de sociologia da ciência. Em 2014, defendeu o doutorado no Programa de Pós-graduação em Sociologia da USP, com uma pesquisa sobre o impacto da circulação internacional de saberes de Estado, em especial do conhecimento gerencial, na reorganização de instituições de ensino e pesquisa, em particular universidades. Integra o grupo de pesquisa Filosofia, História e Sociologia da Ciência e da Tecnologia, sediado no Instituto de Estudos Avançados da USP. Atua nas nas áreas de Economia Política Internacional e Sociologia da globalização, com ênfase na relação entre estrutura social e processos de circulação internacional de saberes e práticas de Estado. Atualmente é professora da Universidade Federal do ABC. 

 

Áreas de Pesquisa: Relações Internacionais - subárea: Globalização Produtiva, Tecnologia e Inovação

 

CVLattes:  http://lattes.cnpq.br/5266918959509002

 

Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

 

PROJETOS EM ANDAMENTO:

 

Globalização e circulação internacional de conhecimento

 

 

PRINCIPAIS PUBLICAÇÕES:

 

 

CARAMEZ CARLOTTO, MARIA; GUEDES PINTO, JOSÉ PAULO . A divisão internacional do trabalho no século XXI: um estudo sobre o peso da propriedade intelectual na relação EUA - América Latina. Carta Internacional (USP), v. 10, p. 94, 2015.

 

CARLOTTO, Maria Caramez. Nikolas Rose, A política da própria vida: biomedicina, poder e subjetividade no Século XXI. Tempo Social (USP. Impresso), v. 26, p. 242-248, 2014.

 

HITNER, Verena ; CARLOTTO, Maria Caramez . Padrões de cooperação, padrões de inserção: a cooperação técnica agrícola entre Brasil e Venezuela para além da inserção na sociedade do conhecimento? Oikos (Rio de Janeiro), v. 1, p. 145-162, 2014.

 

GARCIA, SYLVIA GEMIGNANI ; CARLOTTO, Maria Caramez . Tensões e contradições do conceito de organização aplicado à universidade: o caso da criação da USP-Leste. Avaliação (UNICAMP), v. 18, p. 657-684, 2013.

 

CARLOTTO, Maria Caramez. 'De te fabula narratur': uma reflexão sobre a construção do mito Yoani Sánchez pela sociedade brasileira. Revista Fevereiro, v. 6, p. n.p., 2013.

 

CARLOTTO, Maria Caramez. Decifra-me ou devoro-te. O enigma de junho. Revista Fevereiro, v. 6, p. n.p., 2013.

 

CARLOTTO, Maria Caramez. Reflections on the historical, epistemological, and social meaning of technoscience. Scientiae Studia (USP), v. 10, p. 129-139, 2012.

 

CARLOTTO, Maria Caramez. Determinações cognitivas de um conflito: a USP e a sua crise. Revista Fevereiro, v. 5, p. n.p., 2012.

 

CARLOTTO, Maria Caramez; ORTELLADO, Pablo . Activist-driven innovation: uma história interpretativa do software livre. Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso), v. 26, p. 77-102, 2011.

 

CARLOTTO, Maria Caramez; ORTELLADO, Pablo . A esquerda tem uma política para o Ensino Superior e a ciência?. Margem Esquerda, v. 10, p. 103-107, 2007.