Gilberto Maringoni de Oliveira

Gilberto Maringoni de Oliveira é professor adjunto de Relações Internacionais e membro do corpo docente do Programa de pós-graduação em Ciências Humanas e Sociais (PCHS) da Universidade Federal do ABC (UFABC). É também doutor em História Social pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (2006), graduado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP (1986) e jornalista. Tem experiência na área de História, com ênfase em América Latina contemporânea, História da imprensa e História do Brasil Império. Tem estudos focados nos temas: relações internacionais, modelos de desenvolvimento e comunicações. É autor de doze livros, entre eles A Venezuela que se inventa - poder, petróleo e intriga nos tempos de Chávez (Editora Fundação Perseu Abramo, 2004), A revolução venezuelana (Editora Unesp, 2009), Angelo Agostini, A imprensa ilustrada da Corte à Capital Federal, 1864-1910 (Devir, 2011) - finalista do Prêmio Jabuti 2012, da Câmara Brasileira do Livro, categoria biografia - e Direitos humanos, imagens do Brasil (Aori, 2010). Foi bolsista do Programa Nacional de Pesquisas Econômicas (PNPE) no Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), entre 2008 e 2011, e editor da revista Desafios do Desenvolvimento, da mesma instituição, entre 2011 e 2012. É membro do Grupo de Reflexão sobre Relações Internacionais (GR-RI).

 

Áreas de Pesquisa: Relações Internacionais; Subárea: América Latina.

 

CVLattes:  http://lattes.cnpq.br/8714683162227700

 

Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

 

PROJETOS EM ANDAMENTO:


Comunicações na América Latina: disputa política e regulação (1980-2014).

 

 

PRINCIPAIS PUBLICAÇÕES:

 

MARINGONI, Gilberto. A disputa pela regulação das comunicações na América Latina. Margem Esquerda, v. 20, p. 39-44, 2013.

 

MARINGONI, Gilberto. Comunicações na América Latina: poder, democratização e regulação (1980-2011). Communicare, v. 12, p. 11-59, 2012.

 

MARINGONI, Gilberto. Desenvolvimento e socialismo no Brasil. Margem Esquerda, v. 17, p. 44-51, 2011.

MARINGONI, Gilberto. Comunicações na América Latina: (1870-2008). Communicare (São Paulo), v. 10, p. 110-131, 2010.

 

MARINGONI, Gilberto. Ensaios sobre a Venezuela e a originalidade de Celso Furtado. Estudo Cadernos de Ciências Sociais, v. 2, p. 163-176, 2010.

 

MARINGONI, Gilberto. Comunicação e desenvolvimento na agenda do governo Dilma. Communicare (São Paulo), v. 10, p. 161-171, 2010.

 

MARINGONI, Gilberto. Ainda existe a possibilidade de uma ruptura progressista?. História Social (UNICAMP), v. 17, p. 225-240, 2009.

 

MARINGONI, Gilberto. PT X PMDB: rumo ao quinto governo Collor. Margem Esquerda, v. 1, p. 31-38, 2006.

 

MARINGONI, Gilberto. Angelo Agostini e o massacre de Canudos. Projeto História (PUCSP), v. 32, p. 219-237, 2006.

 

MARINGONI, Gilberto. O mais plebeu dos barões. Nossa História (São Paulo), v. 22, p. 48-52, 2005.

 

MARINGONI, Gilberto. Solidariedade à Cuba. Margem Esquerda, São Paulo, v. 4, p. 202-207, 2004.

 

MARINGONI, Gilberto. A reconstrução pelo alto. Reportagem (Belo Horizonte), São Paulo, v. 60, n.1, p. 42-43, 2004.

 

MARINGONI, Gilberto. Chávez e a intelectualidade, uma relação difícil. Margem Esquerda, São Paulo, v. 2, p. 134-141, 2003.

 

MARINGONI, Gilberto. Ousadia e moderação. Revista da ADUSP, São Paulo, v. 29, p. 49-52, 2003.

MARINGONI, Gilberto. Hugo Chávez retoma a ofensiva. Reportagem (Belo Horizonte), São Paulo, v. 44, n.4, p. 31-34, 2003.

 

MARINGONI, Gilberto. Por que la intelectualidad aú frunce la nariz con Chávez?. Question, Caracas (Venezuela), v. 16, n.1, p. 12-13, 2003.

 

MARINGONI, Gilberto. Volvió, volvió, Chávez soy yo!. Reportagem (Belo Horizonte), São Paulo, v. 33, p. 24-32, 2002.

 

MARINGONI, Gilberto. A lei que veio de fora. Reportagem (Belo Horizonte), São Paulo, v. 19, n.1, p. 26-31, 2001.

 

MARINGONI, Gilberto. Humor da charge política no jornal. Comunicação & Educação, São Paulo, v. 7, p. 85-91, 1996.

 

MARINGONI, Gilberto. Fortuna, o que não quis ser bancário. Radar, São Paulo, v. 1, n.1, p. 34-38, 1994.